Alerta: Cuiabá ameaça fechar comércio se pandemia sair do controle

Kessillen Lopes
G1-MT

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) disse durante entrevista coletiva, nesta sexta-feira (29), que a prefeitura de Cuiabá já tem uma projeção e prevê aumento no número de casos da Covid-19 na capital, mas, caso esse número saia do que já é previsto, o comércio pode fechar novamente.

Um levantamento feito pelo município e divulgado na última segunda-feira (25), mostra que a previsão é que até esse sábado (30) Cuiabá registre 838 casos de Covid-19.

O estudo, que considera a proporção de infectados e o número acumulado de casos, prevê crescimento no número de infectados pelo novo coronavírus até o dia 18 de agosto deste ano, entretanto, em uma proporção menor.

Até a tarde dessa quinta-feira (28), Cuiabá registrava 655 casos confirmados da doença e oito mortes, conforme boletim divulgado pelas secretarias estadual e municipal de Saúde.

“As projeções já indicavam esse crescimento e vai crescer mais, porque estamos em uma pandemia, mas tem que enfrentar com a curva achatada. Qualquer sinal de descontrole poderei rever as medidas”, disse.

Emanuel Pinheiro afirmou que o pico da doença está começando, conforme já previsto pelo Ministério da Saúde.

Segundo o prefeito, os números devem saltar no próximo mês e estabilizar em julho. A diminuição no número de infectados na capital deve começar a cair a partir do fim de agosto e, em setembro, a previsão é que os números tenham uma queda maior.

Os shoppings, bares e restaurantes de Cuiabá foram autorizados a retomarem as atividades nas próximas semanas, conforme decreto anunciado pelo prefeito nessa quinta-feira (28).

As atividades dos comércios varejistas dentro dos shoppings e a praça de alimentação poderão retomar a partir da próxima quarta-feira (3), com atendimento ao público de segunda-feira a sábado das 14h às 22h.

Bares, restaurantes e lanchonetes podem retornar com os atendimentos presenciais no dia 8 de junho, e devem funcionar de terça-feira a domingo das 11h15 às 15h para o almoço e das 18h30 às 23h no jantar.

Conforme o decreto, é proibido que esses estabelecimentos funcionem aos domingos e feriados. A capacidade máxima de circulação de pessoas está limitada a 50%.

De acordo com Emanuel, todos os empresários desses segmentos deverão assinar um termo de compromisso sobre as medidas de biossegurança a serem seguidas para evitar a proliferação do vírus no município.

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) disse durante entrevista coletiva, nesta sexta-feira (29)

Caso o município perca o equilíbrio em relação aos números projetados, as medidas restritivas deverão ser aplicadas novamente.

Os cinemas, feiras e academias ainda não constam no decreto assinado nessa quinta-feira e, portanto, continuam sem previsão de volta.

FONTE: https://www.folhamax.com/economia/cuiaba-ameaca-fechar-comercio-se-pandemia-sair-do-controle/259132

COMPARTILHE ESSE POST

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Feito por
⚙️