Domingo, 20 de Junho de 2021

Chumbo Trocado: Chefe da Seduc detona sindicato dos professores: “acostumados a espalhar fake news”

Troca de acusações se arrasta há alguns dias. Antes, o presidente do Sintep-MT chamou o governador de mentiroso

ALLAN MESQUITA
Da Redação

O secretário estadual de Educação, Alan Porto, afirmou que o Sindicato dos Trabalhadores da Educação do Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT) está acostumado a divulgar “fake news” ao comentar sobre o aumento irregular de turmas nas escolas estaduais. A declaração foi em resposta ao presidente do Sintep, Valdeir Pereira, que chegou a dizer que o Executivo estaria mentindo sobre o assunto.

“Quem é acostumado a propagar fake news é o Sintep. O Estado trabalha com a verdade e com dados. Foram identificadas 603 turmas com 4 alunos e não foi nós que criamos. Para os anos iniciais são necessários 25 alunos, para anos finais 30 alunos e para o ensino médio 35 anos. Quando não tem essa quantidade mínima a gente analisa”, disse o secretário durante entrevista ao Jornal do Meio Dia, da TV Vila Real. 

O comentário teve como pano de fundo a acusação do governador Mauro Mendes (DEM), de que teriam sido criadas turmas em excesso na rede estadual com o intuito de contratar mais profissionais sem necessidade.

Na ocasião, o presidente do Sintep reagiu por meio de nota afirmando que para a criação de turmas seria necessária a autorização da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e do Conselho Estadual de Educação. Também afirmou que Mendes seria o “gestor da fake news”.

Por sua vez, Alan Porto explicou que as turmas pequenas são aprovadas em exceções pela Seduc. “A turma começa lá na escola com a aprovação do secretário ou diretor. Temos uma quantidade mínima que é estabelecida e quando não atende a isso, nós analisamos. Sabemos que existem escolas indígenas, quilombolas que as vezes não conseguem conter essa quantidade mínima. Agora, tinha muitas escolas regulares na área urbana que não cumpriam com a regra”, disse.

Por fim, o secretário ainda comentou sobre uma recomendação do Sintep ao Estado para recuasse da implantação do “Plantão Tira Dúvida Presenciais” no qual professores irão atender em torno de cinco alunos por dia (de forma presencial) para ajudar nas atividades escolares. A categoria ameaça entrar greve se a medida não for revogada.

“As orientações partem da Seduc e não do Sintep. Todas as escolas receberam recursos, estão bem equipadas e seguindo as medidas de biossegurança para dar o suporte aos alunos”, finalizou o titular da Seduc. 

FONTE: https://www.folhamax.com/cidades/chefe-da-seduc-detona-sindicato-dos-professores-acostumados-a-espalhar-fake-news/290690

COMPARTILHE ESSE POST

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤️ por go7.site
⚙️