Domingo, 20 de Junho de 2021

Cuiabá & Várzea Grande: Sindicato propõe retomada presencial de aulas, com 50% da capacidade

Aline Almeida
Única News

Em petição encaminhada às Prefeituras de Cuiabá e Várzea Grande, o Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Estado de Mato Grosso (Sinepe) propõe a retomada de aulas presenciais nas duas cidades. O documento assinado pelo presidente do Sinepe, Gelson Menegatti Filho, pede a abertura das unidades de ensino particulares. O pedido abrange instituições de educação infantil, ensino fundamental e médio, ensino técnico profissionalizante e ensino superior. A proposta é de que as unidades atuem com 50% da sua capacidade. O sindicato cita o risco de evasão escolar como justificativa para a proposta.

O documento ressalta que a abertura é embasada em pesquisas realizadas com as famílias sobre o retorno dos estudantes para a escola. Complementa ainda que, para evitar o contágio da Covid-19 na comunidade escolar, os estabelecimentos de ensino investiram em medidas sanitárias e de segurança preventivas. “O objeto da presente petição é obter sensibilidade no intuito de estender a previsão de funcionamento para todas as modalidades de ensino às instituições privadas, bem como sensibilizar o nobre gestor da importância de considerar a educação como atividade essencial para a manutenção do ensino de qualidade, assim evitando a evasão escolar e prejuízos aos discentes”, frisa Gelson Menegatti.

O presidente salienta que a retomada seria de forma híbrida, com revezamento presencial e constante monitoramento, evitando que os alunos abandonem o aprendizado. Entre os critérios a serem seguidos para a retomada, o Sinepe destaca recreios e intervalos com revezamento das turmas em horários alternados; horários de entrada e saída escalonados para evitar aglomerações; veto a feiras, palestras, seminários e competições esportivas. “Medidas específicas de higiene pessoal serão adotadas nas escolas, como distribuição de Equipamentos de Proteção Individual para professores e funcionários, uso obrigatório de máscara nas instituições de ensino e no transporte escolar, fornecimento de água potável em recipientes individuais e higienização frequente das mãos com água e sabão ou álcool em gel”, confirma trecho do documento encaminhado aos prefeitos Kalil Baracat e Emanuel Pinheiro.

Menegatti elenca que escolas de idiomas, de cursos e outras voltaram às aulas presenciais, sem qualquer problema relativo à covid-19. Justifica ainda que escolas da rede privada estão funcionando em municípios como Sinop, Sorriso, Pimavera do Leste e outros. “Assim sendo, propomos a retomada das atividades elencadas a partir de 1º de fevereiro de 2021, mediante a observância de todas as medidas de biossegurança aplicáveis às demais atividades econômicas”, complementa.

Veja algumas das propostas do Sinepe para a retomada das aulas

Educação Infantil – Retomada de forma presencial da educação infantil; respeitando um distanciamento mínimo, as brincadeiras no intervalo ficaram restritas a pequenos grupos. Pontos de recreios e intervalos com revezamento das turmas em horários alternados; horários de entrada e saída escalonados para evitar aglomerações, podendo cada escola trabalhar com até 50% da capacidade total da sala de aula.

Ensino Fundamental e Ensino Médio – Retomada de forma presencial do Ensino Fundamental e Médio, com aula online e presencial, podendo trabalhar com até 50% da capacidade total da sala de aula, ou seja, em uma unidade escolar com mil estudantes, somente 500 poderão ter aulas presenciais a cada dia, enquanto que os demais continuarão a cumprir atividades remotas.

Ensino Ensino Técnico e Profissionalizante – Retomada de forma presencial do Ensino Técnico e Profissionalizante, com aula online e presencial. Podendo cada Instituição de Ensino Superior, podendo trabalhar com até 50% da capacidade total da sala de aula, ou seja, em uma unidade escolar com mil estudantes, somente 500 poderão ter aulas presenciais a cada dia, enquanto que os demais continuarão a cumprir atividades remotas.

Ensino Superior – Retomada de forma presencial do Ensino Superior, com aula online e presencial. Podendo cada Instituição de Ensino Superior, podendo trabalhar com até 50% da capacidade total da sala de aula, ou seja, em uma unidade escolar com mil estudantes, somente 500 poderão ter aulas presenciais a cada dia, enquanto que os demais continuarão a cumprir atividades remotas.

FONTE: https://www.unicanews.com.br/covid-em-mt/sindicato-propoe-retomada-presencial-de-aulas-com-50-da-capacidade/59265

COMPARTILHE ESSE POST

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤️ por go7.site
⚙️