Quarta-Feira, 22 de Setembro de 2021

Educação em Destaque: Escolas estaduais do campo e quilombolas recebem material inédito

Porinfocoweb

WhatsAppFacebookTwitterFacebook MessengerLinkedInCompartilhar

Escolas estaduais do campo e quilombola receberam, na semana pedagógica (1º a 5 de fevereiro), um material inédito, em forma de cadernos pedagógicos, para subsidiar os professores em suas práticas cotidianas.

Segundo a Superintendente de Diversidade Educacional da Seduc, Lúcia Aparecida Santos, esse material surge da necessidade de orientação para a educação do Campo e educação escolar quilombola da rede estadual, relacionada à Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e à parte diversificada.https://googleads.g.doubleclick.net/pagead/ads?guci=2.2.0.0.2.2.0.0&client=ca-pub-1145327328577099&output=html&h=280&adk=3350170647&adf=3245173656&pi=t.aa~a.1201015502~i.3~rp.4&w=740&fwrn=4&fwrnh=100&lmt=1612469927&num_ads=1&rafmt=1&armr=3&sem=mc&pwprc=6976118418&psa=1&ad_type=text_image&format=740×280&url=https%3A%2F%2Fwww.vozmt.com.br%2Fmato-grosso%2Fescolas-estaduais-do-campo-e-quilombolas-recebem-material-inedito%2F&flash=0&fwr=0&pra=3&rh=185&rw=740&rpe=1&resp_fmts=3&wgl=1&fa=27&adsid=ChAIgNPugAYQ8K7xu5C99vZOEkgAwjrM3DG_Hd6-PS9nSJ-fV44EbcR45Nopu9AnBe_t9VSWf9K7lIz3Hh9ntCG69x1b3PWgm7EDCjP0kQBU3g1Eih0XAOD75aM&dt=1612469919174&bpp=4&bdt=4844&idt=5&shv=r20210202&cbv=r20190131&ptt=9&saldr=aa&abxe=1&cookie=ID%3D2e20d238580a7e93-22f8025075b80076%3AT%3D1607127734%3ART%3D1607127734%3AS%3DALNI_MbiXQf5ampCY1Jrw2d39NCh-Yt3ug&prev_fmts=0x0%2C320x250&nras=2&correlator=7832608867987&frm=20&pv=1&ga_vid=2010356353.1607124107&ga_sid=1612469918&ga_hid=572789400&ga_fc=0&u_tz=-180&u_his=13&u_java=0&u_h=768&u_w=1366&u_ah=728&u_aw=1366&u_cd=24&u_nplug=3&u_nmime=4&adx=155&ady=1668&biw=1349&bih=657&scr_x=0&scr_y=0&eid=21066435%2C21068769%2C21068893%2C21069710&oid=3&pvsid=4437004907293957&pem=471&ref=https%3A%2F%2Fwww.vozmt.com.br%2F&rx=0&eae=0&fc=384&brdim=0%2C0%2C0%2C0%2C1366%2C0%2C1366%2C728%2C1366%2C657&vis=1&rsz=%7C%7Cs%7C&abl=NS&fu=8320&bc=31&ifi=2&uci=a!2&btvi=2&fsb=1&xpc=4qoRRvqpPL&p=https%3A//www.vozmt.com.br&dtd=8662

A parte diversificada nas duas modalidades estimula o reconhecimento das especificidades de cada uma. O vínculo entre a base comum e a parte diversificada aponta um traço importante para as duas modalidades de ensino – a dimensão de projeto coletivo.

Entre os destaques está a área de “ciências e saberes do campo”, com abordagem em agroecologia, agricultura familiar e economia solidária que leva o estudante a pensar em suas raízes culturais entre outros pontos importantes. Com isso, estimula o protagonismo juvenil através da valorização de sua cultura e experiências.

A área “ciências e saberes quilombola” trabalha com os componentes curriculares, práticas em cultura e artesanato quilombola, prática em técnica agrícola e quilombola e prática em tecnologia social. São estudos que estimulam o estudante a valorizar sua identidade, ancestralidade, história e memória.

“Essas modalidades de ensino possuem especificidades pedagógicas, garantidas por leis federais e estaduais sendo fundamental que o trabalho desenvolvido pelos profissionais inseridos nesses espaços considere as realidades das comunidades dos estudantes. Dessa forma, os cadernos pedagógicos visam auxiliar a prática dos professores desses componentes curriculares, fortalecendo a relação comunidade-escola”, ressalta a superintendente.

Lúcia Aparecida frisa que os desafios enfrentados pelos profissionais da educação com relação às novas orientações curriculares são imensos. Para facilitar o trabalho, foi elaborado um material para servir de apoio para elucidar as dúvidas com relação às políticas públicas que se desenvolveram em torno da BNCC. 

Semana Pedagógica 

Lúcia Aparecia ressalta que a semana pedagógica busca promover a formação continuada dos profissionais da educação para que o ensino e a aprendizagem melhorem, bem como os índices de educação da unidade escolar.

Entre os pontos principais estão as discussões que vão auxiliar os profissionais da educação nos seus planejamentos ao longo do ano.

“A semana pedagógica é o momento que os profissionais da escola podem se reunir para discutir aspectos importantes do processo de ensino e aprendizagem, além de discutir os passos que deverão ser dados no ano letivo”, assegura.

Fonte: GOV MT

FONTE: https://www.vozmt.com.br/mato-grosso/escolas-estaduais-do-campo-e-quilombolas-recebem-material-inedito/

COMPARTILHE ESSE POST

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤️ por go7.site
⚙️