Sábado, 24 de Outubro de 2020

Efeito Pandemia: Aulas presenciais não serão retomadas este ano, acredita governador

Felipe Leonel

O governador Mauro Mendes (DEM), disse em entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira (20), que o governo do Estado pretende retomar as aulas o mais rápido possível. Porém, o chefe do Executivo estadual não acredita que isso ocorra neste ano, já que não houve uma redução significativa nas mortes provocadas pela covid-19, causada pelo novo coronavírus.

“Todos os estados brasileiros em algum momento passou por um pico, esse pico tende a reduzir mais rápido, menos rápido. Então, nós estamos trabalhando esses números, trabalhando outras estratégias e essas estratégias e a diminuição da pandemia é que nos vai dar segurança de retomar as aulas. Queremos retomar o mais rapidamente possível, mas com segurança”, afirmou.

No momento, em Mato Grosso, as aulas nas escolas estaduais ocorrem apenas pela internet e por meio de apostilas em cidades onde não tem acesso à internet. Como a pandemia não deve acabar neste ano, o governo tem preparado os professores para o ‘novo normal’ na educação e que ambas as modalidades já estão regulamentadas pelo MEC. 

O governador acredita que no final do ano ainda terá pandemia no estado, mas com o número de mortes bem menores. 

“Não tem ninguém que previu ainda este ano acabar a pandemia, mas se os números continuarem estáveis, apresentando quedas gradativas e nós acreditamos que chegaremos até o final do ano com casos de óbitos, o mundo inteiro trabalha esse dado, de ter a pandemia ativa até o final do ano, mas não em patamares tão elevados como já tivemos em alguns meses”, afirmou.

Ainda segundo o governador, o número de mortes em Mato Grosso por covid-19 estão estáveis e em alguns momentos apresentou, inclusive, declínio. De acordo com Mendes, a média móvel (cálculo a partir de amostras sequenciais para identificar a direção de uma tendência) tem mostrado uma redução dos casos. 

“Todos esses dados são convergentes, mostrando que nós estamos já algumas semanas estáveis em termos de crescimento. Paramos de crescer em alguns momentos apresentamos alguns declínios, então aquilo que pacificou um conceito chamado de média móvel, nós estamos já nas últimas duas semanas em uma média móvel estável com tendência de queda”, disse.  

Casos em Mato Grosso

Desde o início da pandemia, a Secretaria Estadual de Saúde (SES/MT) registrou 78.235 casos confirmados de covid-19, sendo que 56.645 já estão recuperados. Além disso, foram registrados 2.481 mortes, sendo 44 apenas no último boletim da SES desta quarta-feira (19). Há 279 pacientes internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) públicas e 307 em enfermarias públicas.

Segundo a SES, a taxa de ocupação das UTIs públicas está em 72,03% e das enfermarias para adultos em 35,33%. 

Dentre os dez municípios com maior número de casos de covid-19, estão: Cuiabá (15.832), Várzea Grande (6.210), Rondonópolis (5.445), Lucas do Rio Verde (3.975), Sorriso (3.936), Tangará da Serra (3.424), Sinop (2.834), Primavera do Leste (2.409), Nova Mutum (1.736) e Campo Novo do Parecis (1.530).

Já no cenário nacional, o governo federal registrou 3,5 milhões de casos confirmados de covid-19 e 111.100 óbitos oriundos da doença.

Foto: Tchélo Figueiredo – Secom-MT

Fonte: https://estadaomatogrosso.com.br/cidades/aulas-presenciais-nao-serao-retomadas-este-ano-acredita-governador/11046

COMPARTILHE ESSE POST

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤️ por go7.site
⚙️