Terça-Feira, 27 de Outubro de 2020

Efeito Pandemia: Nova análise do governo da Paraíba destaca risco sanitário no retorno das aulas presenciais

Com retomada das aulas, projeção da SES vê risco de surgimento de 20.000 novos casos nas faixas etárias de 0 a 19 anos entre outubro de 2020 e fevereiro de 2021.

Por G1 PB

03/10/2020 20h43  Atualizado há 11 horas

Foi divulgada na noite deste sábado (3) uma avaliação do governo da Paraíba da situação da pandemia do coronavírus no estado que aponta riscos sanitários no retorno das aulas presenciais. De acordo com o documento, a Paraíba tem mais de 994 mil crianças e adolescentes, e a Secretaria de Saúde do Estado (SES) demonstrou preocupação com o retorno das aulas.

De acordo com a SES, as crianças não são imunes à Covid-19 e estão expostas aos riscos de manifestações mais graves da doença, como recentemente foram confirmados sete casos confirmados de Síndrome Inflamatória Multissistêmica da Pediatria (SIM-P), tendo ainda outros cinco casos suspeitos em investigação.

A análise da 9ª avaliação do Plano Novo Normal aponta que parte significativa dos municípios que se encontravam em bandeira amarela na 8ª avaliação permanece nessa condição, representando 81% dos municípios paraibanos. Constatam-se transições de algumas bandeiras para a amarela, sendo nove municípios regredindo da bandeira verde. Outros nove municípios migraram da bandeira amarela para a laranja, tendo elevação de 14% dos municípios paraibanos.

Outros seis municípios saíram da bandeira amarela para a verde, que teve sua participação reduzida para 5% das cidades.

81% dos municípios paraibanos estão na bandeira amarela de classificação — Foto: SES-PB/Reprodução

81% dos municípios paraibanos estão na bandeira amarela de classificação — Foto: SES-PB/Reprodução

Por causa da situação que ainda é estável, a Secretaria de Saúde recomenda a sustentação das medidas preventivas para impedir o crescimento dos números de casos e de óbitos, mantendo o avanço já obtido na Paraíba. Para tanto, as recomendações também devem se estender para as crianças.

Em relação à volta às aulas, uma nota técnica traz a análise da projeção quanto aos cenários de retomada das atividades educacionais mediante protocolos. São mais de 990 mil crianças e adolescentes matriculados na Paraíba, representando quase 25% da população paraibana. Destes, 81,52% são da rede pública de ensino e 18,48% da rede privada.

Segundo a projeção e análise de riscos para o Estado da Paraíba para que se orientem tomadas de decisão sobre retomadas das atividades educacionais presenciais, com novos protocolos, pode-se obter crescimento médio do número de casos nas faixas etárias escolares da ordem de um pouco mais de 250%. Isto representaria cerca de 20.000 novos casos nas faixas etárias de 0 a 19 anos entre outubro de 2020 e fevereiro de 2021.

Segundo a SES, as melhorias e o avanço na situação do coronavírus na Paraíba dependem da contribuição de toda a população de modo geral, Usando máscaras, lavando as mãos e mantendo o distanciamento social, gestos que mais representam este “novo normal”.

FONTE: https://g1.globo.com/pb/paraiba/noticia/2020/10/03/nova-analise-do-governo-da-paraiba-destaca-risco-sanitario-no-retorno-das-aulas-presenciais.ghtml

COMPARTILHE ESSE POST

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤️ por go7.site
⚙️