Sexta-Feira, 04 de Dezembro de 2020

Luto na Educação: A flautista e professora Marília Cortêz morre após luta contra o câncer; Era lotada na Escola Ulisses Cuiabano na Capital

Mayara Campos

A flautista e professora de música da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Marília Cortez morreu na madrugada desta sexta-feira, no Hospital Jardim Cuiabá, vítima de um câncer maligno e avançado. Marília era muito respeitada por seu trabalho social desenvolvido para ensinar música e pela luta na educação pública.

A professora era bastante ligada ao círculo de outros artistas e intelectuais mato-mato-grossenses de sua geração, sempre participando de saraus, lançamentos de livros, perfomances e demais eventos culturais.

Nas redes sociais, alunos, amigos e familiares prestaram suas homenagens à artista. Muitos agradeceram pela honra de conhecê-la e por tê-la tido como professora, que sempre incentivava os alunos. 

“Agradeço por tudo professora. A senhora foi muito além de uma professora, sempre foi mais que ensinar toca flauta, nós ensinou a ser um ser humano melhor.” 

“Marilia Cortez, Presente! Vai estar sempre presente a tua alegria, a tua luta! Amiga, tá doendo demais em nós a tua partida! Que vc seja recebida com festa no céu! Como doeu hoje ler que vc partiu e não mais daremos aquele abraço apertado. Aqui, a luta contínua companheira!” 

“É muito precoce a partida de Marilia Cortez. Dela eu só tenho memórias lindas e grande admiração. Era uma pessoa brilhante, que fazia a diferença na vida de quem tivesse a sorte de tê-la perto. Era prazeroso participar de qualquer atividade ou projeto em que ela estivesse envolvida. Só sei agradecer pela oportunidade de a ter conhecido, pois mesmo antes de conhecer, eu já a admirava. Vai fazer falta. Obrigada, professora Marilia. Descanse em paz.” 

Em nota, o Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT) manifestou o pesar pelo falecimento da educadora e ressaltou que, durante mais de 20 anos, ela desenvolveu projetos sociais no ensino público.

Arquivo PessoalMARILIA CORTEZ

“Sua dedicação na defesa da educação pública marcou sua trajetória de vida. Marília Cortez foi uma lutadora pelos direitos dos profissionais da educação na busca pela qualidade social da educação para todos e todas” diz trecho da nota. 

O corpo de Marília foi velado na tarde desta sexta-feira na Capela Dom Bosco, seguindo o protocolo do Estado e município para velórios durante a pandemia da Covid-19. O enterro aconteceu logo após, no Cemitério Piedade.

FONTE: https://estadaomatogrosso.com.br/cidades/flautista-e-professora-marilia-cortez-morre-apos-luta-contra-o-cancer/8519

COMPARTILHE ESSE POST

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤️ por go7.site
⚙️