Sexta-Feira, 18 de Junho de 2021

Preocupante: Surto de Covid entre funcionários de escola em Cuiabá suspende atendimentos

Atribuição para contratos interinos precisou ser suspensa temporariamente

WELINGTON SABINO
Da Redação

Escola Hermelinda Figueiredo

Funcionários da Escola Estadual Professora Hermelinda de Figueiredo, situada no bairro Coophema, em Cuiabá, testaram positivo para a Covid-19 e o atendimento na unidade precisou ser suspenso. A direção afixou um cartaz nas dependências da escola informando sobre a situação. 

No comunicado, não é mencionado quantos profissionais foram infectados, mas aponta que houve a necessidade de suspender o atendimento até a próxima segunda-feira (1º de fevereiro). Os comentários que circulam entre profissionais da educação da Capital relatam que “todos os funcionários da escola testaram positivo”. 

“Informamos a todos que os funcionários da Secretaria da Escola Profª  Hermelinda de Figueiredo testaram positivo para a Covid-19, portanto o atendimento está suspenso até o dia 01/022021”, diz trecho do comunicado que FOLHAMAX teve acesso. 

Ainda de acordo com o comunicado, a atribuição para os contratos de interinos referentes ao Processo de Atribuição Simplificado (PAS 2021) foi adiada para o dia 1º de fevereiro e será feito por agendamento. Para mais esclarecimentos por parte dos professores, a direção da escola disponibilizou um telefone para encaminhamentos de solicitações e dúvidas que deverão ser encaminhadas apenas por meio de mensagem de texto para o WhatsApp (65) 9 9202-1830. 

O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT) também já está ciente do problema. 

VOLTA ÀS AULAS 

O Governo do Estado marcou para o dia 8 de fevereiro a volta das aulas na rede estadual, de forma não presencial. A decisão levou em conta o aumento no número de casos de Covid-19 e a redução dos leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) disponíveis, pois com o aumento de pessoas doentes, a taxa de ocupação das UTIs também aumenta. Antes dessa decisão, o Governo cogitava a possibilidade de retomar o ano letivo de forma híbrida, o que incluiria também aulas presenciais. 

Diante de tal possibilidade, o Sintep-MT se posicionou contra e divulgou nota no dia 6 de janeiro afirmando que os trabalhadores da educação já estavam com o indicativo de greve e, para preservar vidas, se necessário, os profissionais entrariam em paralisação oficial. A direção do Sintep afirma que as escolas não têm estrutura para receber alunos e trabalhadores com segurança sanitária. 

“Já havíamos decidido na última Assembleia Geral Ordinária, realizada pela categoria em 07 de dezembro, que só iremos retornar com as atividades presenciais quando houver a vacinação de estudantes e trabalhadores. Estamos vivendo uma situação atípica e temos que priorizar vidas. Quando a pandemia passar, não tem como recuperar as vidas que foram ceifadas pelo vírus, e é isso que parece que esse governo não entende, ou não quer entender”, informou o presidente do Sintep-MT, Valdeir Pereira.

A Secretaria Estadual de Educação enviou uma nota ao FOLHAMAXConfira na íntegra:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) informa ter adotado todos os protocolos de biossegurança da Secretaria de Estado de Saúde (SES) e da Organização Mundial de Saúde (OMS), após confirmação de casos de Covid-19 em funcionários da secretaria da Escola Estadual Hermelinda de Figueiredo.

A Seduc acompanha a situação e os atendimentos na unidade estão suspensos até  segunda-feira (01.02).

Cuiabá, 30 de janeiro de 2021

FONTE: https://www.folhamax.com/cidades/surto-de-covid-entre-funcionarios-de-escola-em-cuiaba-suspende-atendimentos/289041

COMPARTILHE ESSE POST

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤️ por go7.site
⚙️