Sábado, 24 de Outubro de 2020

Rede Particular: Quatro estados estão autorizados a retomar as aulas presenciais; Veja como está a previsão em todo o país, segundo levantamento da Fenep

A partir de hoje, além de Amazonas e Maranhão, Pará e Ceará também estão autorizados a retomarem as aulas presenciais nas escolas particulares. Veja como está a previsão em todo o país, segundo levantamento da Fenep

Por SABRINA ONGARATTO
Revista Crescer

Desde o dia 24 de junho, a Federação Nacional das Escolas Particulares (FENEP) realiza um levantamento diário para identificar, por estado, como as capitais estão sinalizando o retorno das aulas presenciais na rede particular de ensino. De acordo com o último relatório, divulgado nesta terça-feira (01), além de Amazonas e Maranhão, a partir de hoje (1), Ceará e Pará também já podem reabrir as escolas particulares. Outros sete estados estão com proposta de data e/ou abertura parcial. No Piauí, a proposta de retorno é para o dia 22 de setembro.

Dezesseis unidades da federação seguem sem data definida. Em Alagoas, ainda não há uma data definida para o retorno das aulas, mas o governador sinalizou que a retomada pode acontecer de forma gradativa, considerando as necessidades do setor privado.

Confira, abaixo, um mapa que mostra a atual situação das escolas particulares por estado em meio a pandemia do coronavírus. Em vermelho, são os estados sem previsão de retorno das aulas particulares. Em amarelo, com proposta de dados e/ou abertura parcial e, em verde, com retorno autorizado.

(Foto: Fenep)mapa

Confira abaixo, um detalhamento completo da previsão de retorno das aulas presenciais por estado (Atualizado nesta terça-feira (1), ÀS 13h, pela FENEP):

ACRE
A Secretaria Estadual de Educação informou, no dia 3 de agosto, que as aulas presenciais não voltam em 2020. Vão reforçar o ensino remoto.

ALAGOAS
Ainda não há uma data definida para o retorno das aulas. O governador Renan Filho sinalizou que a retomada pode acontecer de forma gradativa, considerando as necessidades do setor privado, mas sem prazo para isso acontecer.

AMAPÁ
Sem data definida. O governo do Amapá prorrogou a quarentena, com suspensão de atividades não essenciais e que gerem aglomeração em espaços públicos e privados.

AMAZONAS
Creches, escolas e faculdades da rede privada estão autorizadas a funcionar novamente desde do dia 6 de julho.

BAHIA
Decreto do governador mantém suspensão das aulas até 13 de setembro.

CEARÁ
Decreto estadual autoriza reabertura das escolas de ensino infantil a partir desta terça-feira (1º/09). A autorização é válida para a capital, região metropolitana e municípios vizinhos que formam a região de saúde de Fortaleza.

DISTRITO FEDERAL
A audiência de conciliação sobre o retorno das aulas presenciais nas escolas particulares do Distrito Federal definiu as seguintes datas: 21 de setembro: educação Infantil e ensino fundamental I; 19 de outubro: ensino fundamental II; 26 de outubro: ensino Médio e
profissionalizante. O acordo ainda precisa ser homologado pelo governo do DF.

ESPÍRITO SANTO
Aulas da educação básica suspensas até 30 de setembro. Para o ensino médio, a previsão de retorno é no mês de outubro.

GOIÁS
Governo estadual recua novamente e desiste de volta às aulas em setembro. Não há data prevista segundo secretário de saúde. Prefeitura de Acreúna autoriza volta às aulas na rede particular.

MARANHÃO
Retomada foi iniciada no dia 3 de agosto, com alunos do terceiro ano do ensino médio. Após casos de covid-19, escolas particulares em São Luís suspenderam aulas presenciais e voltaram com a modalidade remota. Em Balsas, as aulas presenciais estão autorizadas, mas escolas e IES estão fazendo pesquisas com os pais para decidir quando voltam.

MATO GROSSO
Escolas e faculdades particulares retomam aulas presenciais em Sinop (MT). Em Lucas de Rio Verde, as aulas em escolas particulares e faculdades retornaram no dia 10. Aulas autorizadas em Primavera do Leste.

MATO GROSSO DO SUL
Aulas presenciais da rede estadual de MS não voltam dia 8 de setembro e bimestre deve terminar com ensino remoto, diz secretária estadual de Educação.

MINAS GERAIS
Ainda sem previsão de retorno. O governo de MG e a prefeitura de Belo Horizonte elaboraram protocolos para volta das aulas.

PARÁ
O retorno dos alunos às salas de aula foi autorizado para terça-feira (1/09) pelo governo do Estado, em edição extra do Diário Oficial do Estado, publicada na quinta-feira (27). As aulas estavam suspensas desde o dia 18 de março.

PARAÍBA
Sem data definida. Governo da PB apresentou protocolo de volta às aulas contemplando a educação infantil e os ensinos fundamental, médio, superior e EJA.

PARANÁ
Retorno das aulas no Paraná ainda não tem data, diz secretário de Saúde, Beto Preto. O Governo do Paraná formalizou um comitê com a presença de diversas secretarias e está analisando metodologias para um possível retorno, desde que com segurança para alunos, professores e funcionários. 

PERNAMBUCO
Segundo o secretário de Educação e Esportes, Fred Amâncio, até o dia 15 de setembro, ficam suspensas as aulas na educação básica. Já o Ensino Superior retoma as atividades no dia 8 de setembro.

PIAUÍ
O decreto que detalha a retomada de todas as atividades econômicas no estado foi assinado pelo governador Wellington Dias, no dia 7 de julho. Proposta de retorno em 22 de setembro. Professores são contra voltar ao trabalho sem que exista vacina.

RIO DE JANEIRO
Governador publicou decreto determinando a volta das aulas nas escolas privadas para 14 de setembro. Escolas públicas, faculdades e universidades voltam em 5 de outubro. Niterói vai acompanhar o retorno estadual em setembro.

RIO GRANDE DO NORTE
Decreto do governo suspende aulas até 18 de setembro. Escolas privadas entregam proposta a comitê científico para retomada de aulas com proposta de “ensino híbrido”.

RIO GRANDE DO SUL
Após reunião entre governo do estado e a Federação das Associações de Municípios (Famurs), foi adiada a proposta de retorno às aulas presenciais, de 31 de agosto para setembro, sem data estabelecida.

RONDÔNIA
O Governo de Rondônia se reuniu com representantes do setor de educação e da saúde para a apresentação do Plano de Retorno às Aulas Presenciais para orientar os gestores de ensino das redes públicas e privadas. O professor Valmir Souto, da Secretaria da Educação
(Seduc) informou que não há uma data definida para o retorno das aulas presenciais.

RORAIMA
Não há definição de data. Protocolo de reabertura em elaboração.

SANTA CATARINA
Aulas presenciais em SC devem voltar a partir de 13 de outubro, de forma gradual. Plano de contingência elaborado pelo Estado será apresentado em setembro aos municípios.

SÃO PAULO
O Governo do Estado deu autonomia para que os municípios optassem ou não pelo retorno das aulas presenciais a partir do dia 8 de setembro, com base nas questões epidemiológicas de cada cidade. O prefeito de capital, Bruno Covas, diz que anunciará em 15 de setembro se aulas presenciais na cidade voltam em 2020 ou somente em 2021.

SERGIPE
Sem data definida. Decreto estadual de 15 de junho determina suspensão por tempo indeterminado das atividades escolares.

TOCANTINS
Prorrogou suspensão das aulas até 30 de setembro.

No Brasil, segundo a Federação Nacional das Escolas Particulares (FENEP), são 15,5 milhões de estudantes nas instituições de ensino particular, sendo que 9,1 milhões estão na educação básica (20% do total do país) e 6,4 milhões na educação superior (75% do total do país).

FONTE: https://www.unicanews.com.br/comportamento/quatro-estados-estao-autorizados-a-retomar-as-aulas-presenciais/53984

COMPARTILHE ESSE POST

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤️ por go7.site
⚙️