Sexta-Feira, 04 de Dezembro de 2020

Renato Feder diz que recusou convite de Bolsonaro para o Ministério da Educação

Secretário de Educação do Paraná era o principal cotado para assumir o MEC após a saída de Carlos Alberto Decotelli

Por iG Último Segundo | 05/07/2020 15:43

Feder
Secretaria de Educação do ParanáFeder utilizou as redes sociais para dizer que recusou o convite.

O secretário de Educação do Paraná, Renato Feder , utilizou suas redes sociais para dizer que recusou o convite do presidente Jair Bolsonaro para ser o novo ministro da Educação. O anúncio foi feito durante a tarde deste domingo (5).

Em uma publicação no Facebook, Feder confirma que foi convidado por Bolsonaro para assumir o comando do Ministério da Educação. Ele agradeceu ao presidente pelo convite, mas disse que irá seguir “com o projeto no Paraná”. Confira a postagem:

Por iG Último Segundo | 05/07/2020 15:43

Feder
Secretaria de Educação do ParanáFeder utilizou as redes sociais para dizer que recusou o convite.

O secretário de Educação do Paraná, Renato Feder , utilizou suas redes sociais para dizer que recusou o convite do presidente Jair Bolsonaro para ser o novo ministro da Educação. O anúncio foi feito durante a tarde deste domingo (5).

Em uma publicação no Facebook, Feder confirma que foi convidado por Bolsonaro para assumir o comando do Ministério da Educação. Ele agradeceu ao presidente pelo convite, mas disse que irá seguir “com o projeto no Paraná”. Confira a postagem:

Recebi na noite da última quinta-feira uma ligação do presidente Jair Bolsonaro me convidando para ser ministro da Educação. Fiquei muito honrado com o convite, que coroa o bom trabalho feito por 90 mil profissionais da Educação do Paraná. Agradeço ao presidente Jair Bolsonaro, por quem tenho grande apreço, mas declino do convite recebido. Sigo com o projeto no Paraná, desejo sorte ao presidente e uma boa gestão no Ministério da Educação.

O nome de Feder era cotado para o MEC desde a saída de Abraham Weintraub da pasta. Entretanto, em um primeiro momento, ele foi preterido por Carlos Alberto Decotelli, que deixou o ministério seis dias após ser nomeado. Desde então, o nome do secretário era o mais cotado para a pasta.

FONTE: https://ultimosegundo.ig.com.br/educacao/2020-07-05/renato-feder-diz-que-recusou-convite-de-bolsonaro-para-o-ministerio-da-educacao.html?utm_source=pushnews&utm_medium=pushnotification

COMPARTILHE ESSE POST

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤️ por go7.site
⚙️