Tragédia no Alphaville: Pai de menina que matou amiga com tiro acidental em MT é preso por não ter registro de armas; ele foi liberado após fiança

Isabele Guimarães Ramos, também de 14 anos, foi atingida por um tiro na cabeça em um condomínio de luxo em Cuiabá.

Por Denise Soares, G1 MT

13/07/2020 13h16  Atualizado há 18 horas

Isabele Guimarães Ramos, de 14 anos, morreu ao ser atingida por tiro na cabeça no condomínio Alphaville, em Cuiabá — Foto: Instagram/Reprodução
Isabele Guimarães Ramos, de 14 anos, morreu ao ser atingida por tiro na cabeça no condomínio Alphaville, em Cuiabá — Foto: Instagram/Reprodução

O pai da menina de 14 anos que teria atirado acidentalmente e matado a própria amiga na noite desse domingo (12), em Cuiabá, foi preso em flagrante pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

A vítima, Isabele Guimarães Ramos, também de 14 anos, foi atingida por um tiro na cabeça no condomínio de luxo onde ela morava. Ela foi encontrada no banheiro da residência e já estava morta.

Marcelo Martins Cestari, de 46 anos, pai da menina que teria feito o disparo, é atirador esportivo. Na casa da família, a polícia encontrou sete armas. Duas delas não tinham registro e, por isso, ele foi preso em flagrante por posse ilegal de arma de fogo de uso permitido.

Marcelo Cestari, pai de adolescente que matou amiga de 14 no condomínio Alphaville, comete omissão de cautela, é preso, mas, é liberado em seguida

Cestari foi conduzido à DHPP e autuado pelo crime, que cabe fiança. Ele pagou o valor, que não foi divulgado pela Polícia Civil de Mato Grosso, e foi liberado em seguida.

O delegado responsável pelo caso, Olímpio da Cunha Fernandes Júnior, disse, por meio de assessoria, que já marcou os depoimentos dos envolvidos.

Isabele foi atingida por um único disparo, sendo que o orifício de entrada foi na narina e a saída na cabeça.

A arma do crime, a cápsula e o projétil disparados foram apreendidos e passarão por perícia.

O delegado vai realizar as oitivas e aguardar todos os laudos periciais para esclarecer o crime.

O caso

A situação ocorreu por volta de 22h30 no condomínio Alphaville 1, localizado no bairro Jardim Itália. A jovem que atirou tem a mesma idade da vítima e pegou a arma do pai dela, que é atirador esportivo.

Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi ao local, mas ela já havia morrido. Ela foi encontrada no banheiro da residência.

Isabele era filha do médico neurocirurgião Jony Soares Ramos, de 49 anos, que morreu em um acidente, em junho de 2018 na Rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251), em Cuiabá. Ele pilotava uma motocicleta e atropelou uma vaca.

FONTE: https://g1.globo.com/mt/mato-grosso/noticia/2020/07/13/pai-de-menina-que-matou-amiga-com-tiro-acidental-em-mt-e-preso-por-nao-ter-registro-de-armas-ele-foi-liberado-apos-fianca.ghtml

COMPARTILHE ESSE POST

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Feito por
⚙️